Marcelo Odebrecht deixa a presidência da construtora

552

Preso há quase seis meses na operação lava-jato, uma cela de Brest formalizou o afastamento dele, né da presidência da empresa e dos conselhos de administração de outras empresas do grupo. A defesa do executivo reafirmou inocência dele e disse acreditar que a prisão preventiva será revogada. Ontem, o Superior Tribunal de Justiça negou a libertação do presidente Andrade Gutiérrez soltava de Azevedo e do executivo Elton Negrão de Azevedo Juniors.

Confira a matéria abaixo:

Vídeo: BANDNEWS

Deixe seu comentário aqui...