Operários ligados ao Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil saem em passeata pelas ruas de Belém, na manhã desta terça-feira (9). Os trabalhadores, que saíram da sede do Sindicato, na travessa Nove de Janeiro, seguem pela avenida Almirante Barroso em direção à avenida Júlio César e ocupam as pistas no sentido São Brás-Entroncamento, provocando intenso congestionamento de veículos que trafegam na área, considerada um dos principais corredores de tráfego da capital paraense.
Segundo o Centro Integrado de Operações (Ciop), cerca de 15 carros da Polícia Militar acompanham a caminhada. A tropa montada também foi deslocada para a área. Equipes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) fazem o desvio do trânsito.
[quote_box_right]Segundo a categoria, o motivo da caminhada é mobilizar a opinião pública para as reivindicações dos trabalhadores, que estão em greve desde o último dia 5.[/quote_box_right]

Segundo a categoria, o motivo da caminhada é mobilizar a opinião pública para as reivindicações dos trabalhadores, que estão em greve desde o último dia 5.

Eles não aceitaram o reajuste salarial de 7% proposto pelo Sindicato da Indústria da Construção do Estado do Pará (Sinduscon-PA) em reunião na última quinta-feira (4). O movimento reivindica aumento salarial de 12%, além de plano de saúde, classificação e qualificação dos operários e o fim da cobrança do vale-transporte. A proposta da cesta básica no valor de R$ 40 foi aceita pela categoria.

Deixe seu comentário aqui...